Ela queria guardar aquele dia na memória, como o registro de uma fotografia. Acordou naquele dia percebendo que o amava, mas não lembrava exatamente como isso havia acontecido. 





Lembrava do dia em que se conheceram, ela estava com pressa, mas um acabou tropeçando no outro, o copo de café que a moça carregava nas mãos derramou-se em sua blusa, ela estava atrasada para uma reunião, nem olhou para o rapaz que lhe pedia desculpas e apenas foi embora com raiva daquele dia.
Sem querer descobriu um cartão dele entre suas folhas e documentos, ele deve ter deixado cair quando se trombaram e ela ficou ainda mais nervosa por ter descoberto o nome do moço que havia estragado sua blusa. Acabaram se encontrando novamente no dia seguinte, na mesma esquina. Ele andava distraído, mas ela resolveu se aproximar e devolver o cartão. Ele a convidou para tomar um café, ela acabou aceitando a contragosto, e a partir daquele momento surgiu uma história bonita entre os dois.
Eles se conheceram e foram percebendo o quanto eram parecidos, seja no jeito teimoso de ser ou no quanto eram desastrados. Trocaram livros e assistiram filmes juntos. A parceria se tornou inevitável. Era como se os dois tivessem sido predestinados a se conhecerem e compartilharem a vida.
Ela lembra da primeira rosa que ele lhe deu, e queria ter uma foto desse primeiro gesto de afeto. Foram pequenos os detalhes que fizeram-na se apaixonar. Ele mandava mensagens carinhosas apenas para demonstrar que havia se lembrado dela. Preparava seu café da manhã e lhe deixava bilhetinhos quando precisava sair e ela ainda estava dormindo. O rapaz fazia com que a moça acreditasse num futuro melhor. Lhe arrancava sorrisos espontâneos e era difícil não pensar nele constantemente durante seu dia.
Não era possível saber o motivo de amá-lo, talvez fosse a soma desses pequenos detalhes cotidianos e pequenos gestos de carinho que ele demonstrava todos os dias. Talvez fosse o seu abraço quente ou a maneira como ele enrolava seus cabelos entre seus dedos. Poderia ser por causa do respeito com que ele a tratava ou o mau humor dele quando algo não acontecia como planejado. Não eram os presentes nas datas comemorativas ou os jantares românticos, era muito mais do que isso. Era sua presença e seu companheirismo. O amor surgiu por todas suas características, inclusive seus defeitos. Ela o amava por completo e não conseguia imaginar como seria sua vida sem ele. Queria ter a chance de passar o resto dos seus dias ao seu lado, ele não era o motivo da sua felicidade, mas era o responsável por sua vida ser mais colorida.
Tentava guardar na memória cada momento especial que passaram juntos, cada risada, cada abraço e beijo. Até mesmo as brigas que fizeram com que eles amadurecessem como casal e os tornaram indivíduos melhores na sua própria individualidade. Os desentendimentos também são importantes e ela tinha consciência disso. A totalidade do amor que sentia era a junção de cada um desses momentos.
Seu álbum de fotografias não estava revelado em pedaços de papel, mas estava gravado na sua mente e no seu coração, era delicado como uma rosa, mas firme como o amor que os unia.


36 Comentários

  1. Que conto bonito de amor! O amor realmente está nos detalhes e envolve amar até os defeitos da pessoa. Gostei da relação com a fotografia, que eterniza momentos em imagens, mas acima de tudo a gente tem que deixar esses momentos bem vivos na memória, né?

    Tô seguindo o blog ♥ Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A imagem me fez pensar nisso, na forma como eternizamos nossas lembranças! <3

      Excluir
  2. Que delícia de conto, adorei a sua maneira de escrever..com certeza vou olhar outros textos ;)
    Adoro este projeto imagem/palavra, nos dá várias possibilidades né e ainda mantêm o blog atualizado hehe

    www.doceestranheza.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também adoro esse desafio, faz nossa imaginação funcionar HAHAHA

      Excluir
  3. Que texto bonito! São as pequenas memórias e detalhes que nos fazem crescer, não cometendo os mesmos erros e continuando a melhorar tudo aquilo que partilhamos com a outra pessoa.

    Beijo*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São as boas memórias que fazem nossas experiências valerem a pena!

      Excluir
  4. Que texto lindo. Adoro seu jeito de escrever, parabéns! Achei a imagem linda e o texto ficou ótimo com ela, bem nostálgico e sensível.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A imagem me fez viajar nos meus pensamentos e acho que combinou com o tema, não conseguia pensar em algo diferente.

      Excluir
  5. Me apaixonei por esse texto de verdade, me senti em cada palavra, sua maneira de escrever é sensacional, você é muito talentosa e espero que continue. Um beijo moça!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que querida! Obrigada pelo lindo comentário! <3

      Excluir
  6. Oi Lena, tudo bem? Que texto mais lindo. Senti até o coração mais quente. Conforme fui lendo o post fui me identificando com ele. Com exceção de se conhecer se esbarrando na rua o restante é bem semelhante a minha história com a do meu namorado. Temos coisas em comum, amamos livros e filmes, somos amigos, confidentes, e mesmo as brigas nos ensinam algo que precisamos aprender. Ah, sem contar que pra mim fotografia é sinônimo de ter vivido, uma maneira de nos lembrar como os acontecimentos foram tão especiais em nossas vidas. Parabéns pela criatividade. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz por você ter se identificado com o texto. Vejo as fotografias como memórias registradas, a gente vê uma fotografia e lembra do momento, daquilo que vivemos; e as nossas recordações também são assim, registramos na nossa mente e no nosso coração, as experiências que tivemos, guardamos aquilo que nos faz crescer e nos tornar pessoas melhores.

      Excluir
  7. Que lindo seu texto! São esses pequenos detalhes que nos fazem gostar de uma pessoa mesmo né? E no fim a gente não sabe exatamente o que nos fez gostar de alguém, mas sabe que gosta.

    Bjs!
    31 de Março

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que aquilo que nos faz gostar de alguém é a soma desses pequenos detalhes, não é apenas um fato, são todos eles juntos.

      Excluir
  8. Ain, que lindo! Amo textos assim bem chiclês, rs ... O amor é o que existe de mais lindo no ser humano... A somas dos pequenos detalhes.. Nossa, você escreve muito bem, fiquei encantada com o texto.

    Daniele

    Dezesseis

    ResponderExcluir
  9. Oi Lenise!
    O amor é mesmo uma coisa engraçada, é impossível definir o instante exato em que se apaixonou por alguém, o amor brota, nasce e cresce e, quando se percebe, já está enraizado no coração. <3
    xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O amor vai nascendo aos poucos, é algo construído em cada detalhe! <3

      Excluir
  10. Que conto fofo! Queria saber mas da história de amor desses dois, de cada detalhe, de cada fotografia gravada na mente dela... <3
    Literalize-se

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não havia imaginado a possibilidade de fazer uma continuação para essa história, mas é algo a se pensar <3

      Excluir
  11. Que linda historia!!! Amei conhecer a historia de amor desses dois, cada detalhe, o e romantismo deles adorei, amo ler textos assim cheio de sentimento. Sucesso, parabéns pelo texto. Beijos

    ResponderExcluir
  12. Que lindo o texto! Achei muito fofo!
    Realmente, a fotografia está em nossa mente, nos momentos que passamos, na palavras que ouvimos ou dizemos. A fotografia está ali para que possamos recordar sempre.

    Amei <3

    Beijos
    Inverno de 1996

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fotografamos com a nossa mente, através das nossas memórias e recordações! <3

      Excluir
  13. Que lindo.
    Não há fotografia que registre o coração batendo rápido, a sensação de estar nas nuvens e o olhar apaixonado que só nosso coração pode guardar.
    As melhores histórias de amor são mesmo as do acaso, que acontecem assim sem mais nem menos, quando a gente não tá esperando.
    Lindo textoooooo

    Mil beijos!
    Com carinho, Beca; Café de Beira de Estrada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As melhores memórias são aquelas registradas dentro de nós! <3

      Excluir
  14. Eternizar nossas lembranças em fotos é tão bom.

    ResponderExcluir
  15. Eu paro para ler esses contos e fico imaginando que, no meio de tantas pessoas, possam existir duas pessoas que vão se amar e se tornar parceiras em todos os momentos. Assim, não é como se eu não acreditasse em amor... só acho que ele está banalizando demais esse sentimento. Mas, enfim, aqui não é lugar pra eu dizer o que acho que é amor, hehe.

    Amei o conto, e a forma como você associou fotografia a ele <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você nessa questão de como o amor está banalizado, as pessoas esqueceram a importância de amarem umas as outras, não apenas no sentido de relacionamento afetivo, mas até mesmo de amizade; a gente precisa aprender a enxergar melhor o outro.

      Excluir
  16. Que texto bonito Lenise. Você descreveu bem como é a vida em si. Todos seus altos e baixos que são exatamente o que deixa tudo mais colorido. Adorei esse trecho "Tentava guardar na memória cada momento especial que passaram juntos, cada risada, cada abraço e beijo. Até mesmo as brigas que fizeram com que eles amadurecessem como casal e os tornaram indivíduos melhores na sua própria individualidade. Os desentendimentos também são importantes e ela tinha consciência disso. A totalidade do amor que sentia era a junção de cada um desses momentos.
    Seu álbum de fotografias não estava revelado em pedaços de papel, mas estava gravado na sua mente e no seu coração, era delicado como uma rosa, mas firme como o amor que os unia."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A vida é assim, temos que prestar atenção em cada detalhe, pois é o que nos proporcionará grandes aprendizados.

      Excluir
  17. Oiiie

    Ameeei o texto!! Sonho em acontecer algo assim em minha vida! Aceito trombar com minha alma gemea!

    Consegui imaginar o casal e senti junto com eles o surgimento do sentimento.Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também sonho que isso aconteça comigo um dia!

      Excluir
  18. Uma verdadeira história de amor. Que linda gente! Esse desafio de imagem/palavra me assustou no início, mas gostei bastante do resultado.
    Bjks!

    http://mundinhodahanna.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse desafio é muito bom para nos ajudar a exercitar a imaginação!

      Excluir