Ela estava com um vestido xadrez e tranças no cabelo. Ele estava com calça jeans, camisa xadrez e chapéu de palha. Era dia de festa junina. Os dois iam dançar quadrilha juntos naquele dia. Ela estava empolgada, gostava muito de dançar e amava festas juninas. Ele só estava ali porque ela havia insistido, já que mal sabia dançar e era todo atrapalhado. Ela sempre gostou dele, amava seu sorriso e a forma como seus olhos brilhavam quando estava empolgado com algo. Ele sempre gostou dela, adorava quando o vento fazia seus cabelos voarem, porque isso a fazia rir, e ele amava vê-la feliz.
Ao chegarem na festa, era como se ela tivesse voltado a ser criança, encantada com as bandeirinhas do local e cantarolando as músicas que eram tocadas. Ela gostava das coisas mais simples e era isso o que ele mais admirava nela. Ele comprou uma maçã do amor para ela, porque sabia que ela gostava, e não conseguiu controlar o riso vendo-a se lambuzar toda. Ela se irritou com as risadas dele, porque achava que ele estava tirando sarro dela, mas no final, acabou rindo também, porque realmente não conseguia resistir ao sorriso dele.
Eles comeram todas as guloseimas possíveis, e dividiram um quentão e um chá de amendoim. Conversaram a noite toda, mas nem todo o tempo do mundo era suficiente para os dois, ter a companhia um do outro era mais do que gratificante.






A hora da quadrilha chegou e os dois aproveitaram aquele momento como se fosse o que havia de mais importante a se fazer. Ele se atrapalhou nos passos mais simples e ela se segurava para não rir. Ao acabar a dança, ele não queria soltar de suas mãos, nunca havia percebido o quanto suas mãos eram macias e o quanto seu coração palpitava apenas por estar ao lado dela. Ela não conseguia disfarçar o quanto estava sem graça pela forma como ele a olhava, mas não queria que aquele momento terminasse. Era como se o mundo ao redor deles não tivesse mais importância, um só conseguia perceber o outro e nada mais.
Ele a segurou pela cintura e olhou fundo nos seus olhos. Ela tentava desviar o olhar, mas era como se ele a tivesse hipnotizado. Ele aproximou seus lábios dos dela. Ela o abraçou com mais firmeza e deixou-se levar. E foi ali que eles tiveram seu primeiro beijo. E foi ali que a história de amor entre eles começou. 

16 Comentários

  1. Quando os lábios se tocam e as línguas invadem, as almas espocam e os céus se nos abrem.
    GK

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando o sentimento é real um beijo retrata duas almas se encontrando!

      Excluir
  2. NOOOOOSSA!!! Eu adorei! De verdade! Parabéns!

    Seguindo! Se puder passar no meu e seguir, agradeço: http://ooraculodeelfos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito do teu blog!
    Se puderes vista o meu e se gostares segue...se seguires deixa comentário :)
    Beijinhos

    http://beautifullsecrets.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  4. Oi Lê!

    Ainnnn o primeiro beijo!
    Sempre me marca bastante. Eu adoro o clima de São João!
    Dançava horrores quadrilha quando era criança.

    Beijos!

    Cintia
    http://www.theniceage.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pensei no Dia dos Namorados e nas Festas Juninas e acabou surgindo esse texto! Também adoro clima de São João, e nada mais lindo do que um relacionamento começando e ansiedade pelo primeiro beijo.

      Excluir
  5. Olá, Lenise!
    Seu texto ficou lindíssimo! Me lembrou quando eu realmente participava das festa Juninas. AUHSUS

    http://blogexplicita.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando eu era criança, até dançava quadrilha, acredita? Atualmente só vou nas festas para comer mesmo! HAHAHAHAHA

      Excluir
  6. Ai, você juntou duas coisas que amo, festa junina e histórias de amor <3
    amei :)
    beijos
    Follow Cíntia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse texto surgiu naturalmente na minha mente, precisava escrever e compartilhar aqui! <3

      Excluir
  7. Que post lindo !
    Amei o jeito com que você entrosou as festas juninas e o dia dos namorados .
    Já está meio repetitivo eu dizer que você escreve bem , por isso , hoje não vou dizer isso kkk ... Digo apenas , PARABÉNS !!!!!!

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Diane, assim eu fico até sem graça, muito obrigada pelo carinho de sempre. Amo escrever e é sempre bom saber que as pessoas gostam do que eu escrevo, mesmo que muitas vezes, nem eu mesma acredite que escreva bem. HAHAHAHA

      Excluir
  8. Li e reli o texto duas vezes, ficou muito lindo o texto!<3
    Também já me apaixonei por um menino na festa junina, mas não tiver tanta sorte como no final do seu texto, infelizmente é assim *-*
    Beijos,
    www.dosedeilusao.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela visita e pelo comentário, Fran. E pode ter certeza de que você ainda vai viver uma linda história de amor.

      Excluir