Às vezes eu me sinto perdida, como se nada fizesse sentido, como se a minha vida fosse um caos. Não consigo entender o que estou fazendo aqui. Me sinto sozinha. Você me olha e finge preocupação, finge que se importa. Mas ao primeiro sinal da minha inconstância, você vai embora. Você diz que eu fujo de você. Mas ao contrário, você que não consegue entender minha complexidade e sai correndo porta afora.





É fácil dizer que a culpa é minha, que eu sou difícil e não sei lidar com o amor. Mas eu me entrego, me entrego de corpo e alma a tudo que sinto, o problema é que isso demora a acontecer. Eu não me envolvo facilmente, não me encanto com palavras bonitas. Preciso de algo além disso. Preciso de atitude, de demonstração de afeto. Preciso que você perceba os pequenos detalhes, porque são esses que fazem a diferença. Gosto do que é simples, mas verdadeiro.
Prefiro viver de aventuras a me arriscar em um falso amor. Às vezes acho que as pessoas não sabem mais amar. Estou cansada de ver pessoas buscando incansavelmente alguém que preencha seu vazio, como se isso fosse amor. Mas não é. Amor é muito maior. É desejar estar ao lado daquela pessoa, independente de qualquer problema. É tentar fazer com que ela seja feliz. É acordar feliz por ela estar ao seu lado ou lembrar dela com uma música. Amor não preenche vazio. A gente tem que aprender que somos pessoas completas. Para sermos felizes com alguém, primeiro precisamos ser felizes sozinhos. É clichê, mas é a realidade.
E você espera que eu preencha seu vazio, me idealizou como uma pessoa perfeita, o que eu não sou. Não posso estar com você, porque me sinto sozinha ao seu lado. Ao invés de me transbordar, você me esvazia. Tira o que tem de bom dentro de mim, com as suas cobranças e com seus ciúmes. Você não aceita quem eu sou, quer me colocar dentro do seu molde de perfeição. E não é assim que funciona. Você não se contenta, você reclama. Nada do que eu faço é bom, quer que eu me sinta culpada por não ser quem você quer.
Eu não posso continuar assim. Quero encontrar alguém com que eu possa compartilhar a vida, alguém que entenda meus dramas, alguém que eu possa amar verdadeiramente e me entregar completamente. Alguém que eu possa fazer feliz, mesmo com todos meus defeitos e falhas.
E esse alguém não é você, por mais que você queira, por mais que você insista. Amor acontece, não pode ser imposto. Você foi uma boa experiência, mas acabou. Preciso pensar no que é melhor, não só para mim, mas para nós. O meu adeus também é uma forma de te fazer feliz. De te deixar livre para encontrar alguém que realmente seja a ideal para você. Espero que você entenda o verdadeiro significado do amor, e que seja feliz. Pois eu hei de ser também.

6 Comentários

  1. Procurar-se no outro é adernar sem porto.
    GK

    ResponderExcluir
  2. Muito bom ler sentimentos sinceros e colocados dessa forma, em perspectiva. Sempre digo para as pessoas se colocarem no lugar das outras quando quiserem buscar relacionamentos duradouros e o texto argumenta muito bem sobre isso! Parabéns!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Di! Acho que é importante ter essa perspectiva quando se está em um relacionamento, que o amor é algo complexo, que a gente não completa ninguém, que um relacionamento é para compartilhar a vida e não para um ser responsável pela felicidade do outro, já que temos que ser responsáveis pela nossa própria felicidade.

      Excluir